24 janeiro, 2008

A prateleira dos remédios (2)

Tenho por hábito fazer um check-up anual e o do ano passado incluiu uma colonoscopia. Como é sabido, trata-se de um exame muito importante, mas extremamente incómodo, quando feito sem sedação.
Para tornar a situação ainda mais desconfortável é necessário fazer uma preparação prévia, que consiste em ingerir durante um período de escassas horas, uma beberragem detestável que provoca náuseas.
Esses sintomas podem, todavia, ser atenuados, graças a um medicamento comercializado em embalagens de 60 unidades, do qual basta tomar um único comprimido para se obter o efeito desejado.
Atendendo a que, quando não existe qualquer patologia, este exame deve ser repetido de 4 em 4 anos, posso concluir que tenho ali produto para mais 236 anos, ou seja, por este motivo, não vou voltar à farmácia antes de meados do século XXIII.
Endendo agora perfeitamente, as razões que assistem à Apifarma, quando diz que a venda em unidose põe em perigo a saúde pública. É que, ter um ror de remédios na dispensa sem utilização previsível, é sinal de que por ali há saúde...

Etiquetas:

1 Comentários:

Às 27 de janeiro de 2008 às 01:10 , Blogger martelo disse...

esta é bem refinada...e na mouche.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial